Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha White

Branqueamento interno - solução conservadora para dentes não vitais.

Um problema estético bastante frequente são dentes escurecidos por tratamentos endodônticos. Quando os dentes escurecidos são na zona anterior maior o desafio para o médico dentista.

 

Diversas são as opções terapêuticas que podemos sugerir aos pacientes para melhorar a cor dos dentes, desde micro abrasão, macro abrasão, facetas, coroas cerâmicas e branqueamento. Todas as opções têm as suas vantagens e limitações e como tal há que optar pela que nos parece mais adequada ao caso clínico.

 

Em contraste ao tratamento com coroas ou facetas, o branqueamento de dentes não vitais é uma técnica pouco invasiva que conserva os tecidos duros dos dentes.

 

O processo e resultado do branqueamento dependem da causa e tipo de descoloração. A descoloração em dentes não-vitais é em geral do tipo intrínseca e devido a vários motivos, dentre os quais se destacam: necrose pulpar, hemorragia intrapulpar, restos de tecido pulpar após tratamento endodôntico, materiais endodônticos e materiais restauradores.

 

Hoje mostramos o caso de uma paciente que tinha o incisivo central superior esquerdo escurecido devido a um tratamento endodôntico antigo. Para a resolução do caso, fizemos o retratamento endodôntico visto o anterior não estar correctamente efectuado, seguido de duas sessões de branqueamento interno e por último a substituição das restaurações dos incisivos centrais que apresentavam uma cor diferente da dos dentes.

 

O caso foi resolvido com 3 consultas espaçadas de 1 semana cada uma.

 

 

WHITE Dental Team