Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha White

Freio da língua curto? Porquê intervir? Quem deve intervir?

A língua é um órgão muscular situado no pavimento da boca que se encontra fixado por músculos e pelo freio lingual. Esta estrutura é fundamental dentro da nossa cavidade oral e envolve-se nas diversas funções orais de sucção, mastigação, deglutição, respiração e fala.

O freio lingual é constituído por tecido conjuntivo localizado abaixo da língua e pode variar no seu tamanho.  

Quando o freio da língua é curto poderemos ter alterações ao nível do sistema estomatognático, ou seja, das funções orais já referidas anteriormente.

Neste tipo de casos o movimento da língua fica alterado havendo necessidade de intervenção terapêutica não só para o seu diagnóstico, como também, tratamento.

 

As alterações mais comuns que podem surgir quando há freio curto:

  • Posição de língua baixa;
  • Insuficiência/Incompetência ao nível do movimento de sucção;
  • Alterações da mastigação;
  • Alterações da deglutição;
  • Alterações da posição dentária;
  • Alterações ao nível do desempenho articulatório de alguns sons;

 

Neste tipo de alterações o trabalho em equipa é crucial. Desta forma, é importante um olhar clínico interdisciplinar com ações conjuntas entre as várias valências: Pediatria, Odontopediatria e Terapia da Fala.

 

Frei curto.jpg