Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha White

O açúcar e a carie dentária. Como prevenir

A carie dentária é uma das doenças orais mais frequentes na população europeia, independentemente da idade.

A sua principal causa deve-se a vários fatores, como por exemplo  maus hábitos alimentares, uma higiene oral pouco eficaz, entre outros fatores do próprio indivíduo.  

O açúcar é um elemento bastante presente na nossa dieta, e é uma das causas principais do aparecimento da carie dentária.   

A prevenção da carie é simples, uma vez que basta simplesmente fazer uma escovagem eficaz e utilizar fio dentário diariamente. 

Mas é essencial também o controlo do consumo de açúcar.  

 

Açúcar escondido

Muitas vezes consumimos grandes quantidades de açúcar sem darmos por isso. A DDR, dose diária recomendada, é de 20-30 gramas. Vamos analizar a quantidade de açúcar que contem alguns dos alimentos que consumimos diariamente: 

–          1 lata de 33cl de Coca-Cola: 35 g de açúcar

–          1 lata de 33cl de ice tea: 23 g de açúcar

–          1 chocolate: 34.7g de açúcar

–          Em 100 g de leite com chocolate: 76.2 g de açúcar

–          Em 100g de cereais cereais de chocolate: 38.3 g de açúcar 

 

Vamos imaginar esta situação: 

Se bebo um copo de leite com chocolate ao pequeno almoço, uma coca-cola à hora do almoço, e como cereais de chocolate ao lanche consumo no total 35+76.2+38.3=149g de açúcar, isto é 119.2 g a mais do que é recomendado.   

 

A solução é fazer uma boa selecção de alimentos, diminuindo o consumo de açúcar e substituindo estes por outras substâncias mais saudáveis com o mesmo sabor. Isto vai ajudar-nos na prevenção da carie e também em seguir uma dieta mais equilibrada.  

 

Substitutos do açúcar 

O uso de adoçantes permite que se produzam menos caries, reduzem o consumo de calorias e tem o mesmo poder adoçante. 

Um exemplo de açúcar é a sacarina, pois não tem calorias e não provoca caries.  A dose diária recomendada é de 5mg por kg do peso corporal. Também devemos considerar o consumo de xilitol (presente na fruta e verduras), uma vez que é o único adoçante que inibe o crescimento de uma das bacterias que provocam o aparecimento da carie (Streptococcus mutans) reduzindo assim o aparecimento da mesma. Também está comprovado clinicamente que o xilitol tem a capacidade de reverter as etapas iniciais da lesão, estimulando a remineralização.