Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha White

EMDR - Terapia Rápida e Eficaz

A terapia que permite que o cérebro “digira” uma experiencia perturbadora

 

O que é o EMDR?

O EMDR (Eye Movement Dessensitization and Reprocessing) é uma abordagem terapeutica integrativa de processamento de informação que é feita através da estimulação bilateral do cérebro e que promove a comunicação entre os 2 hemisférios cerebrais, associando emoçoes, sensaçoes corporais, cogniçoes e pensamentos.

Uma grande variedade de perturbações é causada por memórias de acontecimentos perturbadores que se encontram fisiologicamente alojadas no cérebro de modo disfuncional. Estas memorias "mal arrumadas" podem causar sofrimento no presente. Este metodo terapêutico ajuda a desbloquear o sistema nervoso e permite que o cérebro processe experiencias perturbadoras. É semelhante ao que se passa  quando sonhamos - na fase REM (Rapid Eye Movement) do sono, durante a qual os movimentos oculares rápidos facilitam o processamento do material inconsciente.

 

Como funciona?

O EMDR ajuda o organismo a integrar construtivamente determinadas memorias, como se convidasse o cérebro a aproveitar a oportunidade de fazer aquilo que sempre faz mas que, por algum motivo, falhou. A informação relevante da memoria é trazida à consciência, de modo a poder ser armazenada de forma adaptativa e adequada.

O paciente concentra-se numa memoria (imagem ou sensação) relacionada com o acontecimento perturbador ou traumático e é associada estimulação bilateral alternada – que consiste em movimentos oculares laterais alternados, com determinado ritmo e duração, habitualmente guiados pela mão do terapeuta ou através do uso de um aparelho para o mesmo efeito, sons alternados, ou toques (tapping) nas mãos ou joelhos. Durante a fase de processamento, o paciente pode distanciar-se do material associado à memoria, deixando fluir o processo e adoptando o papel de observador.

 

Para que casos está indicado?

Este método terapêutico foi desenvolvido por Francine Shapiro, psicóloga americana, com o intuito de tratar os sintomas resultantes da exposição a experiencias traumáticas. Actualmente é também usado para controlo e impulsos, intervenção na dor e para fornecer competências úteis para enfrentar determinadas situações. É, ainda, uma terapia indicada para o tratamento de ansiedade, fobias, perturbações alimentares, perturbações do sono e processos de luto.

 

Existe algum tipo de contra-indicações?

A intervenção é contra-indicada em pacientes com quadros psicóticos ou esquizofrenia, grávidas e pessoas com ideacção suicida. Na Perturbação bipolar, borderline ou outras perturbações da personalidade a terapia so deve ser usada apos a estabilizaçao de aspectos emocionais criticos.

 

Qual a duração da Terapia?

O numero de sessões varia e depende do protocolo utilizado, que deve ser adaptado a cada paciente. A terapia EMDR só termina quando a perturbação face ao acontecimento passado for nula. Não é habitual esta terapia demorar mais do que 6 sessões, tendo cada uma a duração de 60 ou 90 minutos, consoante as necessidades do paciente.

 

É eficaz?

O EMDR tem sido alvo de inúmeros estudos que o comparam com outras terapias no tratamento de várias perturbações, concluindo que esta abordagem pode ser considerada mais eficaz e obter resultados terapêuticos num menor espaço de tempo.

 

 

Catarina de Castro Lopes

Directora Clínica de Psicologia na White