Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linha White

Abcesso Dentário na Dentição "de leite"

Bom Dia,

O meu filho de 4 anos e meio partiu ligeiramente os dois incisivos superiores à cerca de 2 anos numa queda. Passado uns meses fomos ao dentista e ele disse que os dentes estavam mortos. Há cerca de uns meses apareceu na gengiva por cima de um dos dentes um tipo de abecesso (como uma borbulha com puz). já fez tratamento com Clavamox, mas passado uma semana volta de novo. O Médico diz que tem que se arrancar os dentes e que devido a ele ser ainda novo devia por uma protese até virem os definitivos. Assim gostaria de saber o seguinte:

É normal aparecer estes abecessos?


Não há outra maneira de tratar esta situação sem ter que se arrancar os dentes?


A protese é realmente necessária?

 

As crianças adaptam-se bem?

Desde já agradeço o vosso esclarecimento

OBRIGADO

 

 

 

 

Caro L.N.,

Antes de mais obrigado pelo seu mail.

Pelo que nos é dado a entender, o seu filho padece de infecção crónica associada a um ou aos dois dentes antero-superiores.

Como deve saber, por baixo dos dentes "de leite" estão em desenvolvimento os definitivos. Qualquer infecção não resolvida e prolongada no tempo poderá comprometer o normal desenvolvimento dos definitivos (alterando a composição do esmalte, atrasando a erupção, etc...), pelo que é conveniente resolver a questão com brevidade.

Neste caso, e sem nos comprometermos quanto ao diagnóstico (é sempre necessário exame radiológico e observação clínica), poderemos dizer que a solução que resolverá a infecção será mesmo a extracção do(s) dente(s) que origina(m) esse abcesso. Quanto à necessidade de usar uma Prótese provisória, irá depender do grau de desenvolvimento do dente definitivo e da sua proximidade à gengiva (grau de erupção do mesmo). Isto prende-se com o facto de ser necessário preservar o espaço para o definitivo.

Normalmente, os dentes definitivos antero-superiores nascem por volta dos 6 anos de idade, pelo que ainda falta um pouco no caso do seu filho. Como tal, dever-se-á equacionar o uso de uma Prótese Removível Acrílica. Na maioria das vezes, as crianças habituam-se bem. Porém, e no caso da criança não tolerar a mesma (pouco frequente) pode-se recorrer a uma Prótese Provisória Fixa, tipo Maryland, que está "colada" ao(s) dente(s) adjacente(s). Porém, não é a situação mais desejável uma vez que a criança está em fase de crescimento (assim como os seus maxilares) e os seus dentes "de leite" estão em constante movimento! Neste último caso é necessário um controlo mais apertado até à fase de erupção do definitivo.

Nota: a permanência dos dentes "de leite" em boca, sempre que possível, é de suma importância para o normal crescimento dos maxilares.

Fazendo votos que tenha ficado um pouco mais esclarecido, os nossos cumprimentos.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.