Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linha White

Redução de Peso - Consulta do Comportamento Alimentar


Actualmente sabemos que relativamente à etiologia, isto é, à causa do aumento de peso, factores genéticos ou biológicos estão relacionados a apenas 3% a 5% dos casos, estando a maioria ligados a factores psicológicos, como stress, ansiedade, tristeza, depressão, problemas relacionais, insucesso no trabalho ou desemprego que provocam a ingestão exagerada de alimentos ou a ingestão de alimentos mais calóricos.

Habitualmente a insatisfação com o corpo é acompanhada por sentimentos de culpa, vergonha, raiva, incapacidade, impotência e desesperança que por sua vez levam a uma maior ingestão alimentar. Assim, a comida é usada como forma ilusória de se tranquilizar, uma vez que estas emoções negativas que o levam a comer em excesso e consequentemente a engordar provocam sentimentos de culpa e ineficácia, entrando num verdadeiro ciclo vicioso.

Se a comida é usada como ansiolitico ou antidepressivo, surgindo como forma de colmatar a ansiedade ou tristeza, quando se recorre apenas a dietas restritivas, aumenta ainda mais a ansiedade, depressão, irritabilidade, levando algumas vezes a pensamentos obsessivos sobre a comida e à compulsão alimentar, podendo provocar uma recaída ou o efeito dietas iô-iô.

 

 

Como é que a psicologia o pode ajudar a perder peso?

A psicologia irá ajudá-lo na forma como se relaciona com a  comida. A perda de peso e a sua manutenção a longo prazo envolve aprendizagem e mudança de comportamentos no seu dia-a-dia.

É importante identificar o que está a causar ansiedade e sofrimento, como reage a essas emoções e perceber que pensamentos surgem como contraproducentes, tais como: “Perdido por 100 perdido por 1000” ; “Eu nunca vou conseguir perder o peso que pretendo” ou “Eu mereço este bolo.”.

 

Devido à diversidade de factores que contribuem para o aumento de peso, este processo requer intervenção de uma equipa multidisciplinar.

Na White temos uma equipa especializada que o ajudará a atingir o seu objectivo!

 

Nutricionista que irá desenvolver um plano alimentar especialmente para si, de acordo com as suas necessidades.

Personal trainer que o ajudará no tipo de exercício físico mais adequado para si.

Consulta do Comportamento Alimentar para o ajudar a mudar comportamentos que perpetuam a dificuldade em perder peso, gerir a ansiedade inerente a todo o processo e a controlar o impulso que o levam à ingestão alimentar exagerada ou hipercalórica.

Tratamentos Estéticos que o ajudarão a perder gorduras localizadas e a reafirmar a pele.

 

 

Veja alguns dos nossos testemunhos da consulta do Comportamento Alimentar para redução de peso:

 

“Estas sessões foram muito úteis, principalmente para no futuro continuar a colocar em prática os novos hábitos alimentares que adquiri e saber como controlar os pensamentos que interferem com o meu impulso para comer. Foi uma grande ajuda!”

Ana Filipa Pires

 

“Foi muito útil tudo o que aprendi. Fiquei com mais conhecimentos e deu-me mais força para continuar e saber fazer a alimentação correcta. Nunca tinha percebido que a psicologia podia ajudar tanto a emagrecer. Ajudou-me a fazer o que é mais correcto para a minha saúde e bem-estar e a obter prazer com isso!”

Maria Martins

 

“Percebi a relação entre os meus pensamentos, emoções e o meu comportamento alimentar. Aprendi algumas estratégias para lidar com esses pensamentos irrealistas que se apresentavam como um obstáculo para conseguir perder peso.”

Teresa Lopes

Desvitalização

Boa noite

Devido a dores intensas num dente, disseram-me que tinham de desvitalizar o dente de o mesmo ter cáries.
A Drª iniciou a desvitalização, limpou o local, fez uma obturação, mais alguns procedimentos e tapou com massa provisória.
Informou-me que para terminar a desvitalização teria que ser com outra Drª,  fiquei a tomar um antibiótico e anti-inflamatório se necessário.
A minha dúvida é que só consegui consulta para terminar a desvitalização daqui a um mês e uma semana.
Há problema os tempos entre consultas serem tão grandes e o antibiótico ter sido apenas para oito dias?

Agradeço a resposta da vossa equipa,
Obrigada
 
 
 
Bom dia!

Obrigado pela sua mensagem!

O procedimento efectuado pela sua médica dentista foi o mais correcto, uma vez que, o tratamento endodondico é um tratamento complexo e não é qualquer dentista que o faz devidamente. A sua dentista fez a 1º sessão em que se limpa e desinfecta todo o sistema canalar do dente e colocou uma restauração provisoria, pois ainda falta a 2ª sessão onde se faz a desvitalização propriamente dita que pelo que nos diz será feita por outra colega provavelmente mais experiente neste tipo de tratamento.

Em relação à medicação tambem está tudo correcto, pois por vezes após a 1ª sessão ocorre alguma dor ou inchaço pelo que é necessário a toma de antibiotico e anti-inflamatorio. Esta sintomatologia é normal até 5 dias depois do tratamento.

Não há problema nenhum em esperar 1 mês pela proxima sessão, desde que não tenha sintomatologia de dor após os primeiros 5 dias em que tal é esperado. Caso aconteça deve consultar a mesma médica que lhe fez o tratamento inicial.

Esperando ter sido útil,
Cumprimentos,
Equipa White!

Pág. 2/2