Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linha White

A importância das Férias

As férias constituem uma pausa no ritmo de trabalho. Ajudam a diminuir o stress, a relaxar e a aumentar os níveis de energia e de criatividade.

O nosso organismo precisa de uma pausa periódica para recuperação do desgaste físico e mental. Quando conseguimos “recarregar as nossas baterias” podemos retomar ao trabalho mais bem dispostos e produtivos. Sabemos que um profissional satisfeito é aquele que produz e atinge resultados.

Por outro lado é importante termos este tempo disponível para actividades sociais, culturais ou desportivas, para organizarmos tudo aquilo que não conseguimos com a azafama do ritmo de trabalho e quem sabe, descobrir novas aptidões, pois as rotinas muitas vezes inibem a criatividade e produtividade. 

 

 

Há pessoas para quem as férias são momentos de verdadeiro descanso e relaxamento, mas há outras para quem são um grande período de tensão e fonte de stress. Talvez porque ficam demasiado impacientes para as tão aguardadas férias, elaborando expectativas demasiado elevadas ou irrealistas relativamente ao bem-estar que imaginam atingir nesse período. Fantasiam sobre aquelas semanas que magicamente acreditam que irão “consertar” tudo.

Para que este periodo seja agradável e vivido sem stress é necessário programar periodos de relaxamento e diversão assim como dividir algumas tarefas (p.e. cuidados a ter com as crianças, tarefas domesticas, etc).

 

Alguns motivos de stress que surgem durante as férias e que podem interferir na harmonia e descanso desse período:

Dificuldades Financeiras. Quando pensamos em férias muitas vezes planeamos sair de nossa casa e ir para um local diferente do habitual o que implica algum investimento monetário. Pessoas com dificuldades financeiras podem sentir dificuldades na sua concretização o que pode levar a sentimentos de frustração.

Companhia. As férias são habitualmente passadas ao lado dos que nos são mais próximos (conjuge, familiares e amigos), pelo que aqueles que se sentem sozinhos podem ficar mais perturbados nesta altura do ano.

Outras vezes não estamos em sintonia com a(s) pessoa(s) que escolhemos passar as nossas férias. Queremos fazer algo diferente, temos ritmos biológicos mais ou menos acelerados ou gostos diferentes. Estarmos dependentes de outros pode causar stress. Procure gerir esses conflitos de interesses da forma mais harmoniosa que conseguir. Talvez possa negociar com os familiares ou amigos e alternarem programas preferenciais de forma a agradar a todos.

Insatisfação Corporal. No Verão existe também uma grande preocupaçao com o corpo, uma vez que está habitualmente mais exposto. A insatisfação com a aparência fisica pode levar ao evitamento de algumas situações sociais (p.e. ir a praia ou festas) e consequentemente ao isolamento.

Novo Ritmo. Existe uma necessidade inerente às férias de nos adaptarmos ao novo ritmo de sono e de alimentação, à mudança de local, actividade fisica diferente, ao convívio condensado com quem nos desabituámos de lidar, ao confronto com expectativas sociais que idealizam capacidades relacionais e exigem corpos esculturais.

 

Não descure as Férias!

Esta é uma boa altura para usufruir de momentos de bem-estar e satisfação. Respeite as suas necessidades para que possa conviver em maior paz e harmonia.

 

 

Catarina de Castro Lopes

Directora Clinica do Departamento de Psicologia

Planeie as suas refeições

É importante organizar o que vai comer ao longo do dia com antecedência.

 

Abasteça-se de forma racional, escolhendo criteriosamente os alimentos.

 

Se chega tarde a casa e não tem ingredientes para fazer uma refeição equilibrada, vai mais facilmente cair na tentação de fazer uma tosta ou comer uma pizza.

 

Saiba que cozinhar não é nenhum bicho-de-sete-cabeças. É um dos pontos-chave para a aquisição de uma alimentação saudável, pois transforma produtos naturais e crus em alimentos com melhor paladar, digestibilidade e maior segurança.

 

A culinária saudável não engloba apenas cozidos e grelhados. Existem outros métodos de confeção igualmente saudáveis e capazes de tornar as refeições mais saborosas, apetecíveis e equilibradas.

 

Use a imaginação e criatividade, misture ingredientes e atreva-se a consumir refeições com muita cor, cheiros agradáveis, plenas de sabor e muito saudáveis.

 

Aceite mais um desafio e inicie-se nos prazeres e mistérios deste universo fascinante que é a culinária saudável.

 

Para variar a sua ementa, deixo-lhe a seguinte sugestão:

Sopa Fria de Melão

Ingredientes (4 Doses):

  • 1 Melão
  • 2 C. sopa de sumo de limão
  • Sal, pimenta, noz-moscada q.b.
  • ½ Chávena de chá de sumo de maçã ou de laranja

Preparação:
Descasque o melão e retire-lhe as sementes. Corte o melão em pedaços.
Num liquidificador, bata o melão, o sumo de limão, o sal a pimenta e a noz-moscada.
Se a sopa estiver muito espessa, adicione sumo de maçã para regular a consistência.
Mude a sopa para uma taça média.
Ponha no frigorífico cerca de 2 horas.
Sirva a sopa fria.

 

Acima de tudo o importante é pensar que fazer dieta, não é sinónimo de acabar com o prazer! É adquirir uma nova atitude face às suas escolhas alimentares, é variedade e qualidade em vez de quantidade, é cuidar de si, é querer e conseguir-se sentir bem com o que vê ao espelho e com o que a balança reflete.

 

Não se deixe vencer pelos pensamentos negativos! Acima de tudo aposte em si.

 

Iara Rodrigues

Directora do Departamento de Nutrição WHITE

 

TUDO SOBRE A ABDOMINOPLASTIA

            


Em que consiste uma abdominoplastia?

- Correcção excesso de pele
- Remoção das estrias da barriga
- Reconstrução dos músculos da parede abdominal

Que tipo de técnicas são executadas?

- Dependendo do caso e da vontade da paciente, sabendo bem as desvantagens e vantagens de cada uma, poderemos executar:

1. Miniabdominoplastia
2. Abdominoplastia
3. Abdominoplastia com Lipoaspiração dos flancos
4. S.A.F.E. Lipoabdominoplastia

Que tipo de anestesia é utilizada?

- Anestesia local com sedação
- Anestesia geral

Qual o tamanho da cicatriz?

- A cicatriz normalmente tem cerca de 20 cm

Onde se localiza a cicatriz?

- Fica escondida dentro do fato de banho ou roupa interior
- Localiza-se na união dos 2/3 superiores da região púbica

O que acontece ao umbigo? Normalmente está também deformado

- O umbigo e solto e recolocado no mesmo local
- É feito um umbigo novo, mais pequeno e escondido

Quais os cuidados a ter no pré-operatório?

- Nao tomar aspirina ou medicamentos anticoagulantes 15 dias antes
- Não tomar suplementos naturais 15 dias antes
- Não beber chá verde 15 dias antes
- Fazer tratamento específico para melhorar a elasticidade da pele
- Parar de fumar 1 mês antes, é o ideal, apesar de não ser obrigatório

Quais os cuidados pós operatórios a realizar?

- Restrição dos movimentos
- Andar ligeiramente curvada
- Não pegar em pesos
- 15 dias sem conduzir
- 2 a 3 semanas de recuperação
- Cinta de compressão elástica
- Reobservação aos 2, 7 e 15 dias
- Consulta de seguimento ao 1º, 3º, 6º, 12º e 24º mês, quer em presença, quer via skype

Em que consiste a recuperação pós operatória?

- Drenagem linfática manual 5 a 10 sessões
- Ensino da fisioterapia da cicatriz

Quantos dias devo permanecer na clínica?

- Alta no próprio dia para uma mini-abdominoplastia
- 1 a 2 noites de internamento para as restantes situações

Quantos dias fico sem trabalhar?

- Aconselhamos entre 2 a 3 semanas dependendo da complexidade do caso, da cirurgia e da actividade profissional em causa

Quando posso retomar a actividade física?

- Normalmente ao fim de 4 semanas

Quando posso fazer uma viagem de avião?

- Normalmente ao fim de 5 a 7 dias, mas preferimos que fique connosco 1 a 2 semanas, para a recuperação pós operatória

É desaconselhável a realização da cirurgia por emigrantes ou estrangeiros, devido à distância entre a morada e o consultório?

- Não, pois dispomos de um protocolo específico para todos os pacientes estrangeiros, emigrantes ou com morada longínqua:

1. Contacto directo do Cirurgião
2. Consulta por Skype
3. Agenda especial para consultas em data e hora a escolher pelo paciente, não sujeito à disponibilidade, e se necessário fora do horário normal da clínica
4. Contacto regular pelas assistentes

Devo usar algum tipo especial de produtos no pós operatório?

- Creme específico para cicatrizes
- Pensos reductores de cicatrizes
- Creme próprio para a elasticidade cutânea da mama e pele em geral

Quais as possíveis complicações?

- Má cicatrizes
- Hematomas
- Dificuldades de cicatrização
- Alergias ás suturas e aos pensos
- Necessidade de revisão cirúrgica


Quanto tempo dura o resultado final?

- Pode ser um resultado permanente
- Depende das características individuais de cada pessoa
- Depende das oscilações de peso
- Depende da qualidade da sua pele
- Depende principalmente dos cuidados que tem diariamente com a pele e alimentação

Quanto custa uma cirurgia?

- É muito variável, dependendo da dificuldade do caso e da duração da cirurgia
- Valores a partir de 3000 euros

Que exames devo fazer?

- Electrocardiograma
- Radiografia ao toráx
- Análises ao sangue com estudo da coagulação

Como escolher o Cirurgião?

- Certifique-se que o Médico é de facto Cirurgião Plástico, através do link seguinte - https://www.ordemdosmedicos.pt/?lop=listamedicos

- Certifique-se que o cirurgião tem experiência em cirurgia da obesidade ou pós bariátrica (perda de peso massiva)

- Peça para ver resultados semelhantes

Como devo escolher a Clínica?

 
- Certifique-se que a Clínica tem recobro pós operatório
- Certifique-se que a Clinica tem alvará para realizar anestesias gerais
- Certifique-se se a Clinica tem quartos particulares, para o caso de ser necessário passar a noite com profissionais de saúde

 


Departamento de Medicina e Cirurgia Estética


Dr Tiago Baptista Fernandes - Cirurgião Plástico


Periodontite - Uma Doença Silenciosa

As suas gengivas sangram fácilmente?

 

Sente as gengivas inchadas e pouco saudáveis?

 

Tem sensibilidade dentária?

 

Tem um sabor desagradável na boca?

 

Se tiver um ou mais destes sintomas então muito provavelmente tem Doença periodontal. Uma doença silenciosa e indolor que é devastadora para a sua saúde oral.

 

Esta doença começa com a acumulação de placa bacteriana, que é composta por bactérias, saliva e restos alimentares. A placa bacteriana aloja-se no espaço biológico entre o dente e a gengiva, também conhecido por sulco gengival. Pouco tempo depois a gengiva começa a inflamar, pois a agressão da placa bacteriana é significativa. Se não for removida diariamente através de uma escovagem eficaz e o uso do fio dentário, a placa bacteriana calcifica formando o tártaro. O tártaro é extremamente lesivo para a saúde das suas gengivas, osso alveolar e ligamento periodontal. É responsável pela perda do suporte ósseo dos dentes fazendo com que dentes saudáveis (sem cáries ou lesões) tenham que ser removidos ou extraídos.

 

Nem todas as pessoas têm predisposição para esta doença e alguns estudos mostram uma relação genética entre pessoas afectadas pela doença periodontal.

 

 O grande dilema da periodontite é que não dói, é uma doença silenciosa e insidiosa. O resultado final é a destruição dos tecidos de suporte dentário e consequentemente a perda dos dentes envolvidos. Do início ao fim podem passar anos, mas muitas vezes quando o paciente se apercebe já é tarde demais.

 

Esta é uma doença sem cura, mas felizmente pode ser controlada. A prevenção, é uma correta higiene oral em casa (escovagem eficaz e uso do fio dentário) e visitas regulares ao dentista ou ao higienista oral são impriscindíveis no diagnóstico precoce e tratamento contínuo desta doença debilitadora.

 

 

Artigo publicado por Susana Gomes, Médica Dentista do Departamento de Cirurgia e Reabilitação Oral da White.