Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linha White

OzonoDTA - Tecnologia inovadora

      OzonoDTA é uma das mais recentes tecnologias presentes na Clínica White. A Ozonoterapia é um conjunto de técnicas que utilizam o Ozono como agente terapêutico. O ozono é o esterilizante mais poderoso, tendo a particularidade de não deixar resíduos químicos, odor ou sabor. No final de cada ciclo de utilização, transforma-se em oxigénio, sendo por isso mais ecológico. Devido ao seu poder oxidante, é capaz de, rapidamente e de forma segura, inativar vírus e destruir bactérias. As aplicações da Ozonoterapia são determinadas devido às propriedades anti-inflamatórias, antissépticas e desinfetantes, podendo ser usada de modo isolado ou complementar outros tratamentos. O principal objetivo deste equipamento é produzir a quantidade necessária de Ozono puro, numa determinada área. Em poucos segundos, elimina fungos, bactérias e vírus da zona afetada, sem qualquer dor ou desconforto para o paciente. A Ozonoterapia tem várias aplicações em medicina dentária:

 

-Reduz o edema rapidamente, no período pós-operatório.

- Máxima redução de germes, prevenindo assim possíveis infeções.

- Possibilita a cura de feridas no pós-operatório muito rapidamente – ideal para pacientes diabéticos.

- Reduz a necessidade de uso de medicação

 

OzoneDTA.jpg

 

Sabia que a ingestão de alimentos adequados pode ajudar a manter os seus dentes saudáveis?

Sabemos que uma higiene oral adequada é imprescindível para manter dentes e gengivas saudáveis, no entanto não é a única técnica para termos uma boa saúde oral. Existem alimentos que ajudam a manter os seus dentes saudáveis.

 

Leite e derivados

O leite e os seus derivados contêm uma elevada quantidade de cálcio, mineral que faz parte da composição da estrutura dentária. Portanto, uma alimentação rica em minerais garante dentes fortalecidos e, na quantidade adequada, uma boa formação dentária.

 

Alimentos fibrosos

Ao contrário dos alimentos moles e pegajosos, que costumam ficar retidos nos dentes, os alimentos fibrosos (como as frutas e as verduras) ajudam na limpeza dos dentes e tecidos gengivais. A limpeza proporcionada por estes alimentos evita a formação de placa bacteriana, responsável pelo aparecimento de cáries e gengivite.

 

Vitamina C

A vitamina C participa na formação do colagénio, componente fundamental do tecido gengival. A falta de vitamina C na dieta causa sangramento das gengivas e diminuição da massa óssea, o que pode levar à perda dos dentes. Não obstante, não devemos exagerar no consumo de alimentos demasiado ácidos, como é o caso da laranja e do abacaxi, pois podem causar desmineralização dos dentes, deixando-os mais porosos e mais suscetíveis à cárie dentária.

 

Vitamina D

A vitamina D é responsável pela absorção de minerais (cálcio e fósforo) que estão relacionados não só com o processo de formação óssea, mas também com o processo de formação dentária. Uma alimentação rica em vitamina D proporciona, portanto, dentes mais fortes e saudáveis.