Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha White

A importância da Higiene Oral

O seu sorriso fala por si. Ele indica não só o seu estado de espírito, como também revela uma série de hábitos de nutrição, higiene e saúde.

 

Dentes manchados ou escurecidos podem revelar que é fumador ou que come alimentos com pigmentos fortes (beterraba, frutos vermelhos, vinho tinto, chá, café), todas estas manchas são externas e conseguem ser removidas na consulta de Higiene Oral. No entanto, existem outras manchas que são internas aos dentes e nesses casos só fazendo um branqueamento dentário para as remover e conseguir “aquele” sorriso branco! O seu hálito também é revelador, pode variar ao longo do dia bem como ao longo da vida, sabia? Este é alterado por problemas respiratórios, acidez do estômago, existência de cáries ou porque a sua higiene oral não esta tão perfeita como devia, e mais simples que tudo… escovar a língua todos os dias especialmente na porção mais posterior remove a maioria das bactérias que podem provocar este hálito alterado.

 

E sem dar conta de nada…quanta informação disponível, mesmo sem dizer uma palavra!

 

Em Portugal, os estudos recentes feitos nesta área revelam números assustadores:

  • mais de 20% dos adolescentes não lava os dentes diariamente.
  • 13% Nunca foi ao dentista
  •  mais de 40% dos que já foram ao dentista foram motivados por dor e problemas dentários.
  • Só 4% usam fio dental.  

Escolher sempre uma escova MACIA para não desgastar o esmalte e não traumatizar a gengiva, não é necessário comprar uma escova topo de gama, temos áreas de saúde, farmácia e nos supermercados já existe uma zona só dedicada á Higiene Oral…mil opções!! Deve ser usada com dentífrico, pelo menos duas vezes por dia durante 2 minutos, a técnica de escovagem aconselhada deve ser feita com a escova direccionada para a gengiva, fazendo movimentos de vai-vém ou circulares. Durante o dia produzimos saliva que tem uma acção de auto-limpeza, enquanto dormimos a produção de saliva diminui substancialmente e os dentes, se não foram lavados, ficam a sofrer a acção bacteriana durante a noite, por isso, nunca esquecer a escovagem da noite ela é fundamental. Deve trocar a sua escova sempre que as cerdas estiverem danificadas ou de 3 em 3 meses.

A escova deve ser guardada num recipiente com as cerdas para cima e sem capa protectora porque esta não permite a secagem completa da escova promovendo um ambiente húmido, propício à multiplicação de bactérias.

 

Escolher uma pasta de dentes parece ser fácil no entanto é uma tarefa complicada que deve ser feita em conjunto com o seu higienista oral ou médico dentista. São eles que fazem o diagnóstico da sua saude oral, aconselhando a pasta mais adequada para os seus dentes, isto porque existem pastas com indicações específicas para problemas gengivais, de sensibilidade, cáries, etc.

As crianças não podem colocar na escova de dentes a mesma quantidade de pasta que os adultos. Os adultos devem colocar  a quantidade de pasta igual ao tamanho de uma ervilha e as crianças tamanho da unha do dedo mindinho da criança.

 

Ao contrário do que se dizia, o fio dentário deve ser usado todos os dias uma vez por dia.

 Apesar de haver várias opiniões sobre o uso do fio dentário, este deve ser utilizado antes da escovagem uma vez que ao remover a placa bacteriana que se encontra entre os dentes permite que o flúor existente na pasta penetre mais eficazmente nos espaços interdentários.

O fio dentário, tal como os escovilhões chegam onde a escova não consegue limpar e retiram 40% da matéria que dá origem à acção bacteriana.

 

Tal como a pasta dentifrica a escolha do elixir depende dos problemas da sua boca. No entanto pessoas com uma boca saudavel devem fazer  bochechos de flúor diariamente.

Devemos bochechar sempre depois da escovagem uma vez que o elixir só actua sobre as superficies dentarias limpas.

O elixir é um complemento da higiene oral e ajuda no tratamento dos problemas orais.

  

O DENTISTA

 

A consulta ao dentista deve ter uma frequência no mínimo de seis em sei meses. Já não se justifica o medo destas consultas, que culturalmente se ganhou porque os métodos antigos não contemplavam o conforto do paciente nem as técnicas usadas eram tão cómodas como as de hoje. O dentista actual tem quase tanta preocupação com o conforto do seu paciente na cadeira como com as técnicas médicas que usa. E é assim que deve ser. De um modo geral todos os dentistas já têm os seus consultórios com música ambiente, Tv, e formação para tranquilizar os mais nervosos. E se sentir dor real (diferente de medo!) pode pedir para receber anestesia local suave que pode ser aplicada de forma tópica ou intradermica.

 

Tendo em conta estas preocupações a Clínica WHITE criou um Pack anual de higiene oral a um preço mais acessível e ainda oferece a ortopantomografia.

 

Dra. Susana Bonito, Responsável pelo Dept. Higiene Oral na WHITE