Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linha White

"Eu não preciso de ir ao psicólogo!"

Esta é uma resposta comummente ouvida quando se fala em apoio ou acompanhamento psicológico. Recorrer às intervenções psicológicas ainda é tabu para muitas pessoas. Acham que é coisa para “malucos” ou para personalidades fracas. Contudo, é a decisão mais sensata a tomar quando se enfrenta alguma dificuldade.

Talvez não seja apenas falta de conhecimento ou informação relativamente ao processo terapêutico mas também a dificuldade de algumas pessoas reconhecerem que têm um problema que está a interferir na sua vida, no seu desempenho nas várias áreas de funcionamento (pessoal, profissional, familiar, social).

A psicoterapia deve ser realizada quando existe alguma situação ou comportamentos perturbadores, que interferem na qualidade de vida e funcionamento diário (ansiedade, perturbações do sono, angustia, evitamento, falta de motivação, etc.) mas também pode ajudar as pessoas a conhecerem-se melhor, com vista a melhorar a sua estratégia para lidar com a vida, de forma eficaz e gratificante. Saber quem somos é fundamental para atingirmos o sucesso e conseguirmos crescimento e desenvolvimento pessoal, emocional e relacional. Neste sentido, a psicoterapia pode variar consoante os objectivos expressos pelo paciente, desde mudanças de comportamento focalizadas, promoção de crescimento até à reorganização da estrutura de personalidade.

 

“Mas eu tenho amigos com quem falar.”


A relação entre paciente e psicoterapeuta não é uma relação de amizade, caso contrário irá comprometer a eficácia do tratamento, pois deixa de ser uma técnica científica implementada por um profissional qualificado.

O psicoterapeuta não dá conselhos ao paciente acerca das suas opções, mas ajuda-o a ser capaz de efectuar as suas próprias escolhas e a tomar decisões de vida, promovendo, deste modo, a sua autonomia e liberdade.

O paciente deverá estabelecer uma relação colaborante com o terapeuta, sendo importante que esteja motivado para efectuar mudanças.

  

Se sente que precisa de ajuda, de mudar alguns comportamentos ou de se conhecer melhor a psicoterapia poderá responder aos seus objectivos.  

 

Catarina de Castro Lopes

Directora Clínica de Psicologia na White

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.