Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha White

Fotobioestimulação celular: Um método minimamente invasivo para a aceleração do tratamento ortodôntico

A maior preocupação para a maioria dos pacientes em tratamento ortodôntico é melhorar sua estética dentária e facial, pondo de parte os benefícios que pode proporcionar o tratamento na nossa saúde oral, sendo vistas como preocupações secundárias. No entanto, assim como outras intervenções, o tratamento ortodôntico com aparelhos fixos também apresenta algumas complicações e riscos inerentes.

Esses resultados indesejáveis do tratamento são devidos à força excessiva exercida sobre o dente, a fim de obter movimento ou devido à dificuldade que o paciente tem em realizar uma boa higiene oral, acumulando placa ao redor dos brackets e produzindo manchas à volta dos dentes. E estes efeitos adversos do tratamento normalmente são proporcionais à duração do tratamento ortodôntico. 

Hoje em dia a duração do tratamento ortodôntico com brackets fixos é em média de 2 a 3 anos.

Acelerar o movimento ortodôntico de forma a que o tratamento seja feito no menor tempo possível continua a ser um dos temas de principal interesse tanto para o paciente como para o médico dentista.

Existem duas abordagens para reduzir o tempo do tratamento ortodôntico:

-Planificar a mecânica do tratamento de uma forma mais eficiente, colocando brackets autoligávies, planeando o tratamento e a sequencia de arcos digitalmente e através do uso de microimplantes. 

-Uma segunda abordagem passa por acelerar a velocidade do tratamento ortodôntico potenciando o processo de remodelação óssea, usando substancias bioquímicas, estimulando de forma mecânica e física do osso alveolar e intervenções cirúrgicas para acelerar o movimento ortodôntico. 

 

Estes últimos procedimentos são bastante invasivos, podendo causar dor e danificar os tecidos periodontais.

 

Hoje em dia existem métodos que são eficazes na aceleração do movimento dentário, e que são bem aceiteis pelo paciente devido aos mínimos efeitos adversos e ao baixo custo que envolve este tratamento acelerador. Este tratamento acelerador consiste na aplicação de uma terapia baseada na fotobioestimulação celular, conhecida como Low Level Laser/Led Therapy (LLLT), que atua na remodelação óssea e potencia o movimento ortodôntico. Um dos lasers que funciona à base da fotobioestimulação é o ATP38. 

Screen Shot 2018-10-15 at 16.17.05.png