Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha White

Pus nos implantes, é normal?

Hoje em dia as técnicas de reabilitação oral são inúmeras, passando muitas vezes pela colocação de implantes nos locais dos dentes ausentes para se restabelecer a função mastigatória e a estética dentária. No entanto, os implantes são pequenas peças de titânio, perfeitamente compatíveis com o organismo humano, mas que exigem uma manutenção muito assídua para garantir que têm uma grande longevidade.

Quando tal não acontece, as bactérias presentes na cavidade oral, na saliva e nos alimentos são capazes de se alojar na superfície dos implantes e desencadear reações inflamatórias, que se não forem travadas a tempo podem levar a perda do implante.

O primeiro sinal de inflamação é o edema e a coloração da gengiva. Quando a gengiva se apresenta edemaciada, com coloração vermelha/arroxeada, sangramento, drenagem de pus e mau sabor, é sinal que já existe uma inflamação iminente dos tecidos, por falta de uma higiene correta da zona.

Quando estes sintomas perduram e a inflamação não é tratada com brevidade, pode desenvolver-se um cenário de peri-implantite, com a perda dos tecidos de suporte dos implantes, podendo levar à sua perda.

As consultas de Higiene Oral regulares são de extrema importância, sendo capazes de evitar a perda do trabalho de reabilitação e prolongar a sua longevidade.

2009.jpg

         2018.jpg

Imagem 1-Rx implante 2009   

Imagem 2-Rx implante 2018 com perda óssea, peri-implantite