Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linha White

A importância da Higiene Oral

O seu sorriso fala por si. Ele indica não só o seu estado de espírito, como também revela uma série de hábitos de nutrição, higiene e saúde.

 

Dentes manchados ou escurecidos podem revelar que é fumador ou que come alimentos com pigmentos fortes (beterraba, frutos vermelhos, vinho tinto, chá, café), todas estas manchas são externas e conseguem ser removidas na consulta de Higiene Oral. No entanto, existem outras manchas que são internas aos dentes e nesses casos só fazendo um branqueamento dentário para as remover e conseguir “aquele” sorriso branco! O seu hálito também é revelador, pode variar ao longo do dia bem como ao longo da vida, sabia? Este é alterado por problemas respiratórios, acidez do estômago, existência de cáries ou porque a sua higiene oral não esta tão perfeita como devia, e mais simples que tudo… escovar a língua todos os dias especialmente na porção mais posterior remove a maioria das bactérias que podem provocar este hálito alterado.

 

E sem dar conta de nada…quanta informação disponível, mesmo sem dizer uma palavra!

 

Em Portugal, os estudos recentes feitos nesta área revelam números assustadores:

  • mais de 20% dos adolescentes não lava os dentes diariamente.
  • 13% Nunca foi ao dentista
  •  mais de 40% dos que já foram ao dentista foram motivados por dor e problemas dentários.
  • Só 4% usam fio dental.  

Escolher sempre uma escova MACIA para não desgastar o esmalte e não traumatizar a gengiva, não é necessário comprar uma escova topo de gama, temos áreas de saúde, farmácia e nos supermercados já existe uma zona só dedicada á Higiene Oral…mil opções!! Deve ser usada com dentífrico, pelo menos duas vezes por dia durante 2 minutos, a técnica de escovagem aconselhada deve ser feita com a escova direccionada para a gengiva, fazendo movimentos de vai-vém ou circulares. Durante o dia produzimos saliva que tem uma acção de auto-limpeza, enquanto dormimos a produção de saliva diminui substancialmente e os dentes, se não foram lavados, ficam a sofrer a acção bacteriana durante a noite, por isso, nunca esquecer a escovagem da noite ela é fundamental. Deve trocar a sua escova sempre que as cerdas estiverem danificadas ou de 3 em 3 meses.

A escova deve ser guardada num recipiente com as cerdas para cima e sem capa protectora porque esta não permite a secagem completa da escova promovendo um ambiente húmido, propício à multiplicação de bactérias.

 

 

Tendo em conta estas preocupações a Clínica WHITE criou um Pack anual de higiene oral a um preço mais acessível e ainda oferece a ortopantomografia.

 

Dra. Susana Bonito, Responsável pelo Dept. Higiene Oral na WHITE

AMALGAMA DENTARIO - "CHUMBO"

Boa tarde,

Tenho tido problemas vários de saúde nos últimos anos e, recentemente, a médica pôs a hipótese de serem resultado de intoxicação por metais já que tenho uma amálgama metálica que foi colocada antes dos problemas começarem a aparecer.

Fiz o teste Melisa (http://www.melisa.org/) de alergia a metais no laboratório David Pinto e tive como resultado que tenho reactividade ao mercúrio inorgânico, precisamente a substância de que é composta cerca de 50% de cada amálgama dentária.

Vou ter que, por um lado, retirar a amálgama e, por outro lado, verificar o nível de intoxicação para ver se é necessário algum tratamento.

Sei que o acto de extracção da amálgama pode ser prejudicial já que implica a libertação adicional de vapores de mercúrio. Sei também que há cuidados que se podem ter durante a extracção que minimizam os riscos tanto para o paciente como para o doente.

Pergunta: em Lisboa, existem dentistas que tenham estes cuidados durante a extracção das amálgamas? Se sim, quais?

Muito obrigada
 

 

Cáries nas crianças

 

Começo por agradecer a Vossa atenção:
Quero aqui expor os problemas dentários do meu filho de 10 anos e se posível obter um aconselhamento.
Sr. Doutor, o meu filho aos 9 anos começou a ter primeiro, problemas com os molares; um dos molares da direita começou a partir e dói-lhe esporadicamente. Passado algum tempo, começou o molar da parte esquerda a doer principalmente durante as refeições e assim que escova o dente, aquilo passa.
Já fomos várias vezes ao médico mas como infelizmente há pouca assistência nas clínicas do Estado, mandam-nos esperar para uma possível vaga para uma consulta de especialidade numa data a anunciar mas que terá que ser no mínimo seis meses depois, além de passarem algum antibiótico oral e líquidos para bochechar. Agradeço qualquer conselho para resolver esta situação se possível.
 
Cumprimentos.