Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linha White

Dentes alinhados e Saúde Geral

Uma maloclusão dentária é consequência de anomalias na posição e desenvolvimento dos dentes (desalinhamento dentário) e de alterações morfológicas dos ossos maxilar e mandibular.

 

O objetivo da ortodontia é corrigir tais anomalias, que, muitas vezes têm consequências importantes não só do ponto de vista estético, mas também a nível funcional. Tais problemas comprometem o correto funcionamento dos músculos mastigatórios e das articulações temporo-mandibulares.

 

Uma maloclusão, em situações mais avançadas, pode criar uma patologia oclusal:  isto significa problemas a nível da coluna, dores de cabeça, cansaço muscular, dores cervicais e vertebrais, queixas do ouvido e da postura.

 

Caso 1

 antes.JPGdepois.JPG

 

A atual abordagem da ortodontia deve inevitavelmente avaliar, numa primeira consulta a situação de equilíbrio entre estética e funcionalidade, detetando inicialmente os vários problemas que podem afetar o bem-estar do paciente a vários níveis.

 

Em muitos casos, uma abordagem não invasiva, como a realização de uma goteira noturna, é suficiente para eliminar a sintomatologia. No entanto quando o problema é recorrente, para o resolver definitivamente é necessária a colocação de um aparelho ortodôntico (a técnica invisível (Invisalign®) é muitas vezes a mais indicada) ou a realização de uma reabilitação recorrendo a implantes e coroas cerâmicas dentárias para restabelecer uma oclusão saudável.

 

Caso 2

before.jpgafter.JPG

Campanha Dentes Direitos e Saudáveis

Na WHITE pensamos sempre em si e em toda a familia, e como as Férias Escolares já chegaram, achámos que seria uma boa altura para lhes marcar uma consulta de Diagnóstico Ortodôntico aproveitando a sua disponibilidade e do(s) seu(s) filhos, própria desta altura.

 

Porque nos preocupamos com a saúde dos mais jovens criámos uma campanha dirigida a crianças entre os 6 e os 14 anos.

A consulta será marcada com a nossa especialista em ortodontia e inclui:
- 2 radiografias digitais (ortopanoramica e teleradiografia)

- Consulta de depistagem de maloclusões e caries

- Esclarecimento de duvidas

- 1ª sessão de higiene oral

 

Tudo por apenas 60 euros em vez de 140 euros!

 

Higiene Oral: qual a frequência?

 

A sabedoria "popular" diz que se deve ir ao Médico Dentista ou Higienista Oral todos os anos. Mas será isso suficiente? Em alguns casos não é de todo suficiente...

 

Cada caso é um caso, e cada um tem necessidades específicas. Se para alguns pacientes a ida semestral a uma clínica dentária é suficiente, noutros casos a frequência deve ser muito maior:

 

Doentes fumadores

Doentes com muitos tratamentos dentários (próteses, implantes, coroas, restaurações, etc)

Doentes periodontais (com a famosa "piorreia", e tendência para inflamação das gengivas)

Doentes em tratamento ortodôntico (que estão a usar aparelho de correcção dentária)

 

E sempre que exista uma tendência acrescida para problemas dentários / gengivais, como em pacientes com higiene oral precária, com dificuldades motoras, doentes grávidas, etc.

 

Assim, siga os conselhos da sua Higienista Oral ou do seu Médico Dentista, e cumpra o planeamento de consultas que lhe fôr efectuado. Com um investimento correcto em manutenções, os seus tratamentos irão durar muito mais tempo, e a sua boca manter-se-á saudável por muito mais tempo.

 

Invisalign

É adulto e nunca quis usar um aparelho fixo?

A WHITE tem a solução para si!

Na White trabalhamos com o sistema invisalign desde 2001, produzindo bons resultados tanto a nível estético como funcional.

É um sistema que usa alinhadores plásticos transparentes para endireitar os seus dentes. É um método progressivo e estético oferecendo o sorriso que sempre desejou.

Ao contrário dos aparelhos tradicionais com peças ou fios metálicos, os alinhadores Invisalign não irritam sua boca e os alinhadores são removíveis.

Trata-se de um aparelho invisível, removível, confortável e extremamente estético!

 

 

A Equipa Dentária da WHITE

Saúde, Função, Estética

A sociedade actual vive de forma intensa o culto da beleza. Todos nós acabamos por sofrer na pele os efeitos dessa pressão social. Um sorriso mais branco e luminoso, uma pele mais perfeita e bronzeada ou um corpo mais tonificado, são exemplos daquilo que a maioria das pessoas procura, em busca da perfeição que se vê nas revistas, na televisão, no cinema, nos media. As pessoas tornaram-se mais atentas e cuidadas no que toca à aparência, e isso acaba por se reflectir em vários aspectos do nosso dia-a-dia. A procura por tratamentos estéticos (quer em Medicina Dentária, quer em inúmeras outras áreas) tem vindo a aumentar a cada ano que passa, e não parece dar sinais de estar a abrandar.

 

Temos actualmente ao nosso dispor uma panóplia de tratamentos estéticos que permitem resolver praticamente todas as situações: aparelhos ortodônticos, branqueamentos dentários, facetas e coroas em cerâmica, resinas compostas de ultima geração, etc. Não podemos, no entanto, esquecer que existem prioridades em termos de planeamento do tratamento, e que uma boca doente jamais será boa candidata a tratamentos estéticos. Má higiene oral, problemas gengivais, dentes em falta, cáries ou desvitalizações mal executadas, poderão impossibilitar a obtenção de um sorriso estético e harmonioso.

 

Uma boca com peças em falta é, também, dificilmente estética. A estética baseia-se em vários princípios: harmonia, simetria, invisibilidade, mimetização, etc. Um ou mais dentes ausentes deitam por terra estes princípios. Um sorriso estético, deve ser, antes de mais, saudável e funcional.

 

Inverter estas prioridades, traz geralmente maus resultados. Se fizermos um paralelo, será algo como construir uma mansão fantástica em cima de um terreno de areia movediça, com pilares fragéis. A casa poderá ficar linda e confortável, mas por um tempo limitado. Assim que a força mastigatória e a biologia começarem a actuar, tudo cairá por terra, e os problemas orais irão surgir.

 

Assim sendo, considere sempre estas prioridades quando visitar o seu Médico Dentista, ou quando procurar tratamentos estéticos. Se tiver uma boca saudável e funcional, a estética acaba por vir por acréscimo, e por ser bem mais fácil de obter.

 

Por Dr. Ricardo Alho, Médico Dentista - departamento de reabilitação oral na Clínica WHITE

Ortodontia ou Coroas?

Venho por este meio tirar algumas informações acerca de reconstrução dentária.

Tenho 21 anos e em anexo envio uma foto com a minha dentição.

O que eu gostava era de saber se, é possivel fazer uma reconstrução dentária sem recorrer a aparelhos fixos. Basicamente gostava de fazer como no programa, coloca-los direitinhos de uma forma rápida.

Gostaria de saber também como se processa a reconstrução dentária, ou seja, caso pretendesse arrancar "todos" os dentes e colocar novos, como se processava tudo isto, tempo total + tempo de recuperação + custos.

Ou seja, este email serve para perguntar o que me aconselham. Posso ter um sorriso bonito do "dia para a noite"?, ou é inevitável passar por processos mais demorados que poderão levar anos para ter uma dentição correcta?.


Desde já agradeço a vossa atenção, pedindo desculpa pela falta de conhecimento por ventura demonstrado com estas minhas questões.

Cumprimentos

 

 

 

 

Exemplos de alguns casos resolvidos com ortodontia e coroas

 

 

Caso de apinhamento grave resolvido com Ortodontia

 

 

 

 

Caso de apinhamento ligeiro resolvido com coroas

Ortodontia e Implantes

Boa tarde, Foi-me diagnosticada mordida cruzada e para a sua correcção foi-me aconselhado colocar aparelho. No entanto, faltam-me dois dentes no maxilar superior, dois molares, um de cada lado. Foi-me dito que deveria fazer implantes para colocar estes dois dentes, pois corria o risco de o tratamento com o aparelho não ser eficaz. Gostaria de saber a vossa opinião. Caso tenha de colocar os implantes, estes devem ser colocados durante o tratamento com o aparelho ou após este tratamento.
Agradeço desde já a vossa resposta.

 

Aparelho Fixo Invisivel

Boa Noite,

 

Tenho 18 anos e para grande tristeza minha, possuo dois dentes tortos, na parte superior. Não sei ao certo os nomes destes, mas são os que se encontram logo de seguida ao dentes centrais. um de cada lado, Estes encontram-se muito acima dos outros, acabando por se concentrarem na gengiva. Sempre tentei fugir ao aparelhos fixos de modo que gostaria de saber se é possivel corrigir o meu problema com um aparelho movel.

 

Obrigada,

 

Ana Fernandes