Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linha White

Dentes alinhados e Saúde Geral

Uma maloclusão dentária é consequência de anomalias na posição e desenvolvimento dos dentes (desalinhamento dentário) e de alterações morfológicas dos ossos maxilar e mandibular.

 

O objetivo da ortodontia é corrigir tais anomalias, que, muitas vezes têm consequências importantes não só do ponto de vista estético, mas também a nível funcional. Tais problemas comprometem o correto funcionamento dos músculos mastigatórios e das articulações temporo-mandibulares.

 

Uma maloclusão, em situações mais avançadas, pode criar uma patologia oclusal:  isto significa problemas a nível da coluna, dores de cabeça, cansaço muscular, dores cervicais e vertebrais, queixas do ouvido e da postura.

 

Caso 1

 antes.JPGdepois.JPG

 

A atual abordagem da ortodontia deve inevitavelmente avaliar, numa primeira consulta a situação de equilíbrio entre estética e funcionalidade, detetando inicialmente os vários problemas que podem afetar o bem-estar do paciente a vários níveis.

 

Em muitos casos, uma abordagem não invasiva, como a realização de uma goteira noturna, é suficiente para eliminar a sintomatologia. No entanto quando o problema é recorrente, para o resolver definitivamente é necessária a colocação de um aparelho ortodôntico (a técnica invisível (Invisalign®) é muitas vezes a mais indicada) ou a realização de uma reabilitação recorrendo a implantes e coroas cerâmicas dentárias para restabelecer uma oclusão saudável.

 

Caso 2

before.jpgafter.JPG

Cancro & Saúde Oral

Radioterapia e quimioterapia são os tratamentos mais comuns no cancro da cabeça e pescoço. Apesar destes serem eficazes na erradicação do tumor, têm, também, um impacto negativo nas estruturas da cabeça e pescoço que rodeiam o tumor. Danos diretos nas estruturas orais (tecidos moles e duros) ocorrem frequentemente devido às terapias.

As complicações orais da radiação da cabeça e do pescoço e quimioterapia podem comprometer a saúde e qualidade de vida. Cuidados médicos orais antes, durante e após tratamento de cancro podem prevenir e reduzir a incidência e severidade das complicações orais, melhorando a qualidade de vida.

 

As complicações orais comuns à radioterapia e quimioterapia passam por:

  • Xerostomia – sensação de boca seca devido a uma diminuição de produção salivar.
  • Paladar – alterações no paladar, tais como perda de sabor.
  • Malformações dentárias – caso seja submetido a quimioterapia antes dos 9 anos.
  • Infeções
  • Boca e gengivas doridas

 

Relacionadas com a Quimioterapia:

  • Sangramento – devido à diminuição das plaquetas e fatores coagulantes.

 

Relacionadas com a Radioterapia:

  • Cáries – elevado risco de caries de rampante (que surgem muito rapidamente), como consequência da diminuição da quantidade de saliva
  • Trismos – perda de elasticidade dos músculos mastigatórios, que impede uma grande abertura da boca

 

Com uma avaliação oral previamente ao tratamento a equipa médica dentária pode identificar problemas como infeções, fraturas, restaurações e problemas periodontais que podem contribuir para complicações orais quando a terapia contra o cancro for iniciada. Esta avaliação é importante também para estabelecer a situação inicial e comparar com o aparecimento e progressão dos problemas orais ao longo do tratamento.

É importante controlar a sua saúde oral, fazendo visitas regulares ao seu higienista oral e manter uma boa higiene em casa. É importante utilizar sempre pastas dentífricas com flúor e dar golos de água regularmente para melhorar a boca seca.

A aplicação de produtos fluoretados é importante posteriormente à radioterapia, uma vez que irá ajudar na prevenção e progressão de cárie dentária.  

Jato de água

O jato de água é um dispositivo para cuidados diários de higiene em casa. Ele funciona através de um fluxo pulsativo de água que ajuda para remover placa e comida entre os dentes e abaixo da linha da gengiva para melhorar a saúde gengival. Este facilita a higiene oral nas zonas de difícil acesso. Para além disto, estimula e massaja as gengivas.

waterpick.jpg

 

Como se usa o jato de água?

Deve colocar água morna no depósito, pode também juntar um pouco de elixir ou colutório à água. Selecione a ponta mais adequada e inseri-a no cabo. Relativamente à pressão da água, deve iniciar com uma mais baixa e aumentar progressivamente. Antes de ligar o jato deve introduzir a ponta na boca. Apontar a ponta do jato para os espaços entre os dentes ao longo da linha da gengiva. A posição recomendável da ponta é que esteja num ângulo de 90 graus com seus dentes.

Passe o jato tanto pela parte de fora como pela parte de dentro dos dentes, começando numa ponta e de forma sequencial para que não se esqueça de nenhum espaço interproximal.

WaterpikUse.jpg

Para além da utilização normal, este dispositivo facilita a higiene de pontes, onde normalmente teria que utilizar o superfloss. Neste caso deve apontar a ponta do jato para baixo da ponte (na junção desta com a gengiva) e higienizar com maior facilidade por baixo da mesma.

No caso de colocação de implantes, o jato é uma grande ajuda para o cuidado diário dos mesmos, higienizando abaixo da gengiva e bem junto ao implante.

Para quem tem aparelho ortodôntico o jato pode ser usado para remover placa tanto entre os dentes, onde é difícil passar o superfloss e o muitas vezes o escovilhão como junto aos brackets, onde o acesso com a escova é difícil.

 

41bC+NCHvrL.jpg328.jpgbraces-and-smiles-waterpik.png

Atenção que o jato de água deve ser combinado com uma correta escovagem para obter melhores resultados na remoção de placa bacteriana e não como substituto da mesma!

 

A equipa White Clinic

Linha Negra

A linha negra (figura 1 e 2) consiste numa pigmentação negra, extrínseca à superfície do esmalte, que se dispõe normalmente de forma linear acompanhando o contorno gengival e que afeta na maior parte das vezes os dentes posteriores. Esta é mais frequente em dentes de leite, podendo, no entanto estender-se aos dentes permanentes.

DSC_5227.JPGFigura 1

DSC_5231.JPGFigura 2

 

Esta pigmentação é devida a um composto férrico resultante da interação de um produto produzido por bactérias e os iões de ferro constituintes da saliva. A cor negra deve-se à melanina, hemina e sulfuretos ferrosos.

 

Apesar desta situação não estar diretamente ligada com a higiene oral em casa, alguns estudos mostram que a taxa de prevalência aumenta em indivíduos com má higiene, portanto com maior acumulação de placa bacteriana.

 

Estas manchas não estão associadas ao aumento da cárie dentária, nem qualquer outro tipo de problemas orais, sendo apenas uma questão estética. Para a remoção da mesma é necessário recorrer ao seu Higienista ou Médico Dentista, que o fará através de um polimento adequado. No entanto, este pigmento tem tendência a reaparecer pouco após a sua remoção.

 

Após consulta de Higiene Oral:

DSC_0045.JPG

DSC_0047.JPG

 

A SUA CRIANÇA E O DENTISTA!

A odontopediatria é a área da medicina dentária que trata apenas crianças até à substituição dos dentes de leite.

 

Muitas vezes a importância da dentição de leite, decídua ou temporária é negligenciada pelos pais, pois o pensamento é que estes dentes mais tarde ou mais cedo vão ser substituídos pelos definitivos e portanto não valem a pena tratar. Ora, esta atitude não poderia estar mais errada, uma vez que, é muito importante manter a dentição de leite durante toda a infância pois esta ajuda a criar uma dentição de adulto saudável e bem posicionada, evitando intervenções mais complicadas no futuro. Outra razão é o facto da cárie ser contagiosa, ou seja, cáries nos dentes de leite passam para os dentes definitivos e como existe uma fase mista de cerca de 8 anos há muito tempo onde a contaminação pode acontecer.

 

 

 

Os focos infecciosos na dentição decídua, quando não tratados, levam invariavelmente a cenários dolorosos e quadros de infecção, que se traduzem em terapêuticas antibióticas prolongadas, desfavoráveis para o organismo da criança, isto porque o sistema imunitário destas tem uma menor capacidade de resposta às agressões.

 

Várias medidas são importantes na prevenção de lesões de cárie na primeira infância, promover a amamentação materna pelo menos até aos 4-6 meses de idade, colocar apenas leite ou água no biberão e oferecer à criança sobretudo durante o dia e nunca quando esteja a dormir. A partir do momento em que os primeiros dentinhos erupcionem não colocar líquidos açucarados no biberão ou na chupeta e promover a sua higiene com uma gaze, dedeira ou escova macia, idealmente após as refeições.

 

A primeira consulta deverá ser após os dentes de leite erupcionarem ou até a criança completar um ano de vida, de forma a alertar os pais e estabelecer um plano preventivo de saúde oral. As consultas deverão ser de 6 em 6 meses, quando existe uma boa saúde oral, caso haja um elevado risco de cárie estas deverão ser de 3 em 3 meses.

 

 

É importante compreender que os tratamentos dentários infantis são simples e podem realmente evitar problemas graves quando efectuados precocemente!

 

 Equipa White.

Reabilitação oral total - A distância não é um problema.

 

Actualmente com as técnicas e recursos laboratoriais que dispomos é possível realizar vários tratamentos dentários em cada visita à clínica de forma a optimizar e evitar consultas constantes e perda de tempo desnecessário. Por exemplo pacientes que vêm de fora do País ou moram longe de Lisboa podem assim ser tratados na nossa clínica em curtos períodos de tempo.

 

 

Descrição de caso clínico.

 

Paciente residente na Suiça com necessidade de realizar uma reabilitação oral extensa. Fez todo o plano de tratamento em duas vindas a Portugal por um período de uma semana de cada vez. Na primeira visita à clínica, a paciente fez a consulta de primeira vez na qual realizou ortopantomografia, rx apicais, fotografias, tomografia computorizada e foi feito o diagnóstico e estabelecido o plano de tratamento.

 

 

  

Fig. 1 Ortopantomografia inicial

 

     

Fig. 2 Ortopantomografia final

 

 

Paciente ficou uma semana em Portugal, iniciando o tratamento no mesmo dia com a realização da  consulta de higiene oral e seguiu com  o tratamento de desvitalizações. Posteriormente colocou um implante no maxilar superior.

 

Fig.3 Colocação do implante no maxilar superior

 

 

Após 3 meses regressou a Portugal e em uma semana fez a reabilitação com coroas cerâmicas no maxilar superior e uma prótese esquelética no maxilar inferior.

 

 

 

 Fig. 4 Foto frontal inicial

 

 

 

Fig. 5 Foto frontal final, reabilitação com coroas cerâmicas no maxilar superior

 

 

 

 

Fig. 6 Foto oclusal inicial do maxilar inferior

 

 

       


Fig. 7 Foto oclusal final do maxilar inferior, reabilitação com prótese esquelética

 

 

 

 

 

       

Fig. 8 Sorriso inicial                       Fig. 9 Foto final

 

 

 

Com este caso queremos demonstrar que é possível resolver problemas complexos de reabilitação oral de forma rápida e previsível em poucas consultas graças a uma estreita cooperação com o nosso laboratório, utilização dos melhores materiais e à experiência clínica e trabalho de equipa dos médicos dentistas da clínica White. 

 

 

 

Equipa White

 

 

 
 
 
 

 

 

 

Planeie as suas refeições

É importante organizar o que vai comer ao longo do dia com antecedência.

 

Abasteça-se de forma racional, escolhendo criteriosamente os alimentos.

 

Se chega tarde a casa e não tem ingredientes para fazer uma refeição equilibrada, vai mais facilmente cair na tentação de fazer uma tosta ou comer uma pizza.

 

Saiba que cozinhar não é nenhum bicho-de-sete-cabeças. É um dos pontos-chave para a aquisição de uma alimentação saudável, pois transforma produtos naturais e crus em alimentos com melhor paladar, digestibilidade e maior segurança.

 

A culinária saudável não engloba apenas cozidos e grelhados. Existem outros métodos de confeção igualmente saudáveis e capazes de tornar as refeições mais saborosas, apetecíveis e equilibradas.

 

Use a imaginação e criatividade, misture ingredientes e atreva-se a consumir refeições com muita cor, cheiros agradáveis, plenas de sabor e muito saudáveis.

 

Aceite mais um desafio e inicie-se nos prazeres e mistérios deste universo fascinante que é a culinária saudável.

 

Para variar a sua ementa, deixo-lhe a seguinte sugestão:

Sopa Fria de Melão

Ingredientes (4 Doses):

  • 1 Melão
  • 2 C. sopa de sumo de limão
  • Sal, pimenta, noz-moscada q.b.
  • ½ Chávena de chá de sumo de maçã ou de laranja

Preparação:
Descasque o melão e retire-lhe as sementes. Corte o melão em pedaços.
Num liquidificador, bata o melão, o sumo de limão, o sal a pimenta e a noz-moscada.
Se a sopa estiver muito espessa, adicione sumo de maçã para regular a consistência.
Mude a sopa para uma taça média.
Ponha no frigorífico cerca de 2 horas.
Sirva a sopa fria.

 

Acima de tudo o importante é pensar que fazer dieta, não é sinónimo de acabar com o prazer! É adquirir uma nova atitude face às suas escolhas alimentares, é variedade e qualidade em vez de quantidade, é cuidar de si, é querer e conseguir-se sentir bem com o que vê ao espelho e com o que a balança reflete.

 

Não se deixe vencer pelos pensamentos negativos! Acima de tudo aposte em si.

 

Iara Rodrigues

Directora do Departamento de Nutrição WHITE

 

Programa Noites Tranquilas

Melhore a qualidade do seu sono e elimine as insónias em apenas 6 sessões.

 

Insónias

Significa ter dificuldades em adormecer, em se manter a dormir ou ter um sono reparador. Um bom sono permite melhor capacidade de concentração e memória, facilita a percepção de ideias, a concepção de planos e a criatividade. Outras consequências das insónias são a fadiga, cansaço, dificuldade no desempenho escolar ou trabalho, alterações de humor, irritabilidade, redução da energia e motivação, dores de cabeça, alterações gastrointestinais e preocupação relativamente ao sono.

 

Trata-se de uma das queixas mais frequentes e das mais ouvidas por médicos e profissionais de saúde, no entanto, muitas pessoas não procuram ajuda, o que é uma pena, dado existirem formas de tratamento muito eficazes, sem ser necessário recorrer a medicação.

 

Não se iniba de pedir ajuda.

Com o programa Noites Tranquilas temos a solução que procura!

 

Objectivos do Programa:

-       Melhoria na qualidade e/ou tempo de sono

-       Melhoria dos níveis de energia, atenção e memória, no desempenho cognitivo e nos sintomas somáticos

-       Melhoria significativa nas perturbações emocionais relacionadas com o sono

Preencha o questionario para avaliar o nivel de severidade das suas insónias, com base nas últimas duas semanas:

 

Queixa Nada Pouco Moderado Grave Muito Grave
Dificuldade em adormecer 0 1 2 3 4
Dificuldade em manter-se a dormir 0 1 2 3 4
Acordar muito cedo 0 1 2 3 4

Até que ponto está satisfeito/insatisfeito

com o seu padrão de sono actual?

Muito

Insatisfeito

0

Satisfeito


1

Moderadamente

Satisfeito

2

Insatisfeito


3

Muito

Insatisfeito

4

Até que ponto acha que os outros notam as suas

dificuldades de sono na forma como afecta

negativamente a sua qualidade de vida?

Não notam

Nada

0

Notam

Pouco

1

Notam

Razoavelmente

2

Notam Muito


3

Notam

Muitíssimo

4

Qual o seu nível de preocupação/ perturbação com

os seus problemas de sono actuais?

Nada

Preocupado

0

Um pouco

Preocupado

1

Razoavelmente

Preocupado

2

Muito 

Preocupado

3

Extremamente

Preocupado

4

Até que ponto considera que o seu problema de sono

interfere com o seu funcionamento diurno (por exemplo,

fadiga, humor, capacidade para trabalhar ou para as

suas tarefas quotidianas, concentraçao, memoria,

energia, etc.)?

Não Interfere 

Nada



0

Interfere

Um pouco



1

Interfere 

Moderadamente



2

Interfere 

Muito



3

Extrema 

Interferência



4

Total (some os valores das 7 perguntas)

         

 Insomnia Severity Index

 

Interpretação do valor obtido: 

0-7: Sem insónia clinicamente significativa 

8-14: Insónia sub-clínica 

15-21: Insónia clínica (severidade moderada) 

22-28: Insónia clínica (severidade elevada) 

 

 

Departamento de Psicologia da White

 


Ortorexia - Quando a alimentação saudável passa a obsessão

Esta perturbação é caracterizada por uma preocupação exagerada com o tipo de alimentos consumidos. Estas pessoas apenas ingerem alimentos saudáveis e escrutinam o conteúdo nutricional de cada alimento – calorias, vitaminas e nutrientes. Qualquer coisa que contenha o mínimo vestígio do que está na lista do “não permitido” não é consumido.

Esta rigidez alimentar levada ao extremo acaba por interferir na qualidade de vida destas pessoas, uma vez que a alimentação passa a controlar o seu dia-a-dia. Frequentemente recusam comer em casa de amigos ou familiares por nao saberem o que irá ser servido e são capazes de percorrer longas distancias para comprar os seus alimentos. A obsessão com a alimentação saudável interfere em actividades e interesses, prejudica as relações afectivas, tornando-se física e psicologicamente perigosa. Os problemas sociais são evidentes. Um ortorexico habitualmente isola-se socialmente por planear a sua vida em função da comida. Pode inclusive perder a capacidade de comer de forma intuitiva – não saber quando tem fome, quanto precisa comer ou quando está satisfeito.

A auto-estima destas pessoas é baseada na “pureza” dos alimentos consumidos.

Quando não conseguem seguir as suas regras alimentares desencadeiam processos de frustração, podendo mesmo chegar a depressão. Não se trata de uma preocupação normal em fazer uma alimentação saudável. Trata-se de um comportamento radical que condiciona toda a vida pessoal e social.


 

 

Será que eu tenho Ortorexia? Considere as seguintes questões:

 

- Só se permite comer alimentos saudáveis?

- Consegue comer uma refeição preparada por outra pessoa?

- Observa e comenta a maneira como outras pessoas preparam a comida?

- Dá consigo a pensar em conteúdo nutricional durante o dia?

- Seguir uma dieta saudavel é a sua prioridade na sua vida? O trabalho e a diversão estao em segundo plano?

- Sente-se culpado ou com raiva quando comete um pequeno deslize no seu plano alimentar?

- Sente-se sob controlo quando come apenas alimentos considerados saudaveis?

- Nao consegue entender como é que as outras pessoas podem comer determinados alimentos como fast food, enlatados, biscoitos, etc?

 

 Consequências da Ortorexia

Para alguns, a capacidade de concentração (no trabalho ou estudo) pode começar a declinar, à medida que os seus pensamentos se ocupam cada vez mais com a alimentação, com alimentos permitidos, como articula-los no seu dia-a-dia, quantas vezes se deve mastigar e por aí fora. O pensamento pode ficar totalmente ocupado com comida, deixando pouco espaço para outras ideias. A concentração e a motivação acabam por ficar na retaguarda.

A ortorexia pode acarretar graves prejuízos à saúde, caso o ortoréxico não substitua os alimentos que evita consumir por outros que lhe ofereçam o mesmo complemento nutricional. Entre as conseqüências fisicas encontram-se quadros de anemia e carência vitamínica. Apesar disso, o isolamento social é um prejuízo às vezes mais difícil de reparar do que os próprios danos físicos.

 

Tratamento

Tal como noutras perturbações alimentares, a ajuda de profissionais especializados é fundamental.

Embora seja uma perturbação pouco divulgada pode ter reprecussões serias para a saude (fisica e mental).

O acompanhamento psicológico em conjunto com o acompanhamento nutricional, são a chave para se ultrapassar esta obsessão. 

 

Nao deixe de pedir ajuda! Venha fazer uma avaliação gratuita connosco.

 

 

Departamento de Psicologia e Nutrição da White

Catarina de Castro Lopes (Directora do Departamento de Psicologia)

Iara Rodrigues (Directora do Departamento de Nutrição)

É Mindful?

Mindfulness significa prestar atenção, intencionalmente, no momento presente e de uma forma não avaliativa. É simplesmente perceber o que está a acontecer, sem aprovar ou rejeitar as experiências. 




Quando alguém está a ser mindfulness, está aberto a todas as emoções. Significa ver como as coisas como são, de uma forma directa e imediata, podemos ver por nós mesmos o que está presente e é verdadeiro, sem avaliar ou julgar como sendo bom ou mau. O Mindfulness pode trazer a nossa atenção a cada momento. É a capacidade de percebermos o que está a acontecer no aqui e no agora. Esse conhecimento é um passo necessário para fazer qualquer mudança. O Mindfulness dá-nos espaço ou a liberdade de "observar" o que está a acontecer sem pressa para parar, mudar ou "consertar" a experiência. Prestar atenção desta forma permite "reunir os dados" da experiência e utilizar essa consciência plena, como base para a tomada de decisões sobre o nosso comportamento futuro. Com a pratica de Mindfulness o nosso comportamento torna-se menos reactivo ou automatico. 

Cultiva-se esta atitude dirigindo a nossa atenção, de forma intencional. Praticar Mindfulness pressupõe um interesse activo, para que possamos desenvolver aprendizagens através das quais podemos aumentar recursos ou competencias.

Se pensarmos no stress sabemos que não existem soluções mágicas ou respostas fáceis. O stress é natural na nossa vivência. Ainda assim, muitas pessoas tentam evita-lo. Outras procuram anestesiar-se de diversas formas para procurarem escapar-se a emoções desagradaveis. É claro que todos nós precisamos de nos distanciar dos problemas de vez em quando mas se as nossas estratégias habituais para lidar com adversidades forem o evitamento e a fuga, então os nossos problemas poder-se-ão agravar pois não irão desaparecer magicamente. Aquilo que realmente desaparece, ou fica camuflado quando nos desligamos e fugimos dos nossos problemas ou emoções, é o nosso poder de crescimento, mudança e adaptação.

O Mindfulness pode ajuda-lo a enfrentar as suas dificuldades e a encontrar soluções eficazes, proporcionando-lhe tranquilidade e harmonia interior. 

 

Catarina de Castro Lopes

Directora Clinica de Psicologia na White